Ponto Final

MP aciona novamente Silval

O Ministério Público enviou hoje, ao judiciário, nova denúncia contra o o ex-governador Silval Barbosa por organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e fraude à execução dos contratos, resultado de inquérito policial que apontou irregularidades entre os anos de 2011 e 2014, por desvios de recursos públicos por meio de contratos celebrados entre o governo e duas empreiteiras e estima que o prejuízo causado ao erário seja de aproximadamente R$ 26,4 milhões à época. O ex-secretário adjunto de Transportes, Alaor Alvelos Zeferino de Paula e o ex-secretário Cinésio Nunes de Oliveira, o irmão do ex-governador Antônio da Cunha Barbosa e cinco empresários foram denunciados.  A polícia e MP apontam “desvios de recursos públicos e posterior lavagem de dinheiro, em razão da contratação milionária de mão de obra para as patrulhas rodoviárias do Estado”, “em troca do pagamento mensal de vantagem indevida de R$ 300 mil a R$ 400 mil, o equivalente a 10% do valor que as empresas receberiam em decorrência dos contratos”.

Só Notícias