Ponto Final

Ministro autoriza investigar deputado

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou a abertura de inquérito para apurar a suposta prática do crime de racismo pelo deputado federal José Medeiros (Podemos), acolhendo pedido formulado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que viu indícios da prática do crime em uma postagem do parlamentar na rede social Twitter, onde teria se manifestado de forma discriminatória contra a comunidade negra ao chamar de “mulamba” uma cidadã que defendeu a abertura de CPI para apurar a postura de políticos diante da pandemia da Covid-19. Segundo o Ministério Público, ao utilizar o termo angolano, que remonta à época da escravidão, para se referir à cidadã, o parlamentar teria incorrido em discriminação negativa à raça negra. Medeiros nega. Através da assessoria, explicou que a “expressão ‘mulamba’ se referia no sentido figurado, a pessoa indecisa, que titubeia, sem determinação e firmeza de caráter. No caso, uma pessoa que chama, sem provas, um presidente da República de assassino”.

Só Notícias