domingo, 19/maio/2024
PUBLICIDADE

Malandro

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O presidente do DNIT, Luiz Pagot, manifestou irritação com o posicionamento de índios no Nortão, liderados por Megaron, que representou uma etnia em protesto acusando o DNIT de não ter cumprido acordos de compensação com índios que vivem no Xingu, por conta das obras da BR-163. “O DNIT não deve nada”, afirmou, em entrevista ao Só Notícias. Disse que, através da Funai, foram R$ 19 milhões liberados pra estradas, compra de barcos, ambulâncias, micro-ônibus e outras ações. E, sem citar nomes, atacou: “malandro tem em qualquer lugar, inclusive no Parque Nacional do Xingu”.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Novamente descaso

Outra vez o centro de Sinop voltou a ficar...

Distante da cidade

A Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da...

Sorriso premiada

Sorriso foi premiada, em São Paulo, com Prêmio Inova...

Decisão do PL para deputados

O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto,...