Ponto Final

Lions rebate vereadores

O diretor do Hospital da Visão em Sinop, Ideraldo Pires da Costa, detalhou, os serviços que vem sendo realizado na unidade, rebateu criticas de três vereadores e explicou que há uma taxa para cobrir custos. “Foram criados dois pacotes de serviço. O que criamos para os pacientes referenciados Lions Clube, onde uma consulta no valor de R$ 110. O valor de um procedimento para os pacientes referenciados de Lions é de R$ 1,8 mil, inclusive com o pagamento facilitado. Criamos o pacote social para pacientes não referenciados, com demanda espontânea aqui na nossa porta, cuja consulta oftalmológica já com avaliação cirúrgica para cirurgia de catarata, no valor de R$ 230, inclusos sete exames. Consulta com anestesista no valor de R$ 110, e o procedimento catarata no valor de R$ 2,2 mil, dividido em quatro parcelas para facilitar aquelas pessoas fazer o respectivo procedimento”, explicou. “Foi dito que o hospital cobra um extra dos pacientes, isso é crime e jamais iríamos incorrer em tal delito conhecendo a legislação. Cobramos sim, procedimento nos termos de pacotes mostrados, cujo valores por sinal estão muito abaixo dos valores praticados no mercado. Esse projeto foi dividido em três fases, a primeira foi a implementação da unidade para atendimento de consultas e cirurgias de cataratas, além de outros procedimentos, que o que estamos fazendo hoje”, rebateu.

Só Notícias