Ponto Final

Jayme critica Bolsonaro

O senador Jayme Campos (DEM), que perdeu a mãe para Covid-19 no mês passado, criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na condução do enfrentamento contra a pandemia. O mato-grossense criticou o tom negacionista adotado por Bolsonaro, criticou a demora para a vacinação e desqualificou o ministro da Saúde Eduardo Pazuello para ocupar o cargo. Na opinião do senador, o Governo Federal passou de “incompetente para impotente”.    Inicialmente, Jayme chamou atenção para o negacionismo de Bolsonaro ao defender o uso de medicamentos sem comprovação científica e abominou a falta de oxigênio registrada no Amazonas em janeiro, o que, segundo ele, revela a impotência do Governo diante da crise sanitária. “O próprio presidente da República sempre contestou [o novo Coronavírus], achou que não devia ter distanciamento social, que não tinha que usar máscara, que deveria tomar Ivermectina e não sei mais o que, tudo menos um tratamento adequado. Deu no que deu. Chegamos num momento do Brasil em que o sistema de saúde está estrangulado, tanto público quanto privado. O governo transformou-se de incompetente para impotente”, atacou.

Só Notícias