Ponto Final

Eleição na AMM

Alguns prefeitos em Mato Grosso estão avaliando que o ‘reinado’ que o presidente da AMM, Neurilan Fraga, estaria acabando, e que a chapa encabeçada pelo prefeito de Araguainha, Sílvio Moraes Filho (PSD), está se fortalecendo dia a dia. A gestão de Neurilan tem sido criticada.  O prefeito de Alto Taquari, Fábio Mauri Garbugio (PTB), candidato a tesoureiro da entidade, atacou os altos valores das mensalidades que a AMM cobra de prefeituras na atual gestão. Alto Taquari (a 484 km de Cuiabá) “paga por mês cerca de R$ 26 mil como mensalidade para se manter filiado. Mas o retorno que a cidade tem obtido com os serviços prestados pela AMM não correspondem ao valor pago, criticou. “Não vejo, na atual circunstância, benefício nenhum para o meu município estar pagando um valor tão alto. Se as prefeituras não tiverem um retorno, a cobrança pode até ser legal, mas é imoral. Os prefeitos precisam saber o que está sendo feito com o dinheiro que paga à AMM”.

Só Notícias