Ponto Final

‘Desculpa’ de Botelho

O presidente afastado da Assembleia, Eduardo Botelho, tentou pronunciamento explicar seu afastamento por ordem do STF.  ” O Supremo mudou o entendimento, isso é normal, eles sempre mudam alguma coisa. Cabe a nós cumprir”, disse, referindo-se a decisão do ministro Alexandre Moraes que anulou sua eleição e posse porque a Constituição estadual não permite reeleição para mesmos cargos na mesa diretora da Assembleia. A ‘desculpa’ de Botelho foi fraca. Hábil articulador político e com conhecimento da Constituição Estadual, ‘no fundo’ ele sabia que não poderia concorrer. Mas disputou, sozinho, o que mostra sua grande habilidade com os colegas que acabou sendo rapidamente derrubada na ação movida pela Rede e acatada no STF. Botelho não quis nem recorrer porque sabe perfeitamente que iria perder e o desgaste ser ainda maior.

 

Só Notícias (foto: Fablicio Rodrigues)