Ponto Final

‘De esquerda’

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) não disputará a eleição suplementar ao Senado, ainda sem data definida. Um dos principais nomes do partido, o deputado estadual afirmou que está “focado” no mandato na Assembleia Legislativa. “Não tenho pretensão (de concorrer). O partido quer que eu seja candidato a prefeito de Cuiabá, mas já tomei a decisão bem cedo de não ser candidato. É a mesma posição que tenho para esta vaga do Senado”. Lúdio ainda defendeu que o Partido dos Trabalhadores componha  uma frente “de esquerda” para tentar eleger um senador de oposição ao governo Jair Bolsonaro. “Há bons nomes em vários nomes partidos. A leitura que faço é que precisamos reunir os partidos de esquerda e de centro-esquerda, que têm compromisso com a democracia, para construir uma candidatura de oposição ao governo federal”, disse. “O PT tem bons nomes, tem o (Carlos) Abicalil, tem a Rosa Neide, o Valdir Barranco e o Henrique Lopes. O PC do B tem o nome da professora Maria Lúcia”, emendou.

Só Notícias