Ponto Final

Comprovado

O governo de Mato Grosso comprovou que recebeu da secretaria de Saúde de Cuiabá, documento alterando a relação dos leitos de UTIs para tratamento da Covid-19, em que exclui 40 leitos, que haviam sido habilitados junto ao Governo Federal. O ofício é datado do dia 27 de maio e foi assinado pelo secretário municipal da capital, Luiz Antônio Possas de Carvalho. A própria prefeitura reconhece no documento que fecha os leitos para o tratamento da Covid-19 e que o recurso foi recebido para usar os leitos por 90 dias. “Em relação aos valores já repassados pelo ministério da Saúde através da supracitada portaria de habilitação, estaremos em contato com entes Federativos para proceder à devolução de recurso dos 40 leitos de UTIs referentes às competências de junho e julho”, conforme trecho do documento. O Estado também informa que em tabela anexa ao documento, há 145 leitos para covid-19. E agora, em proposta para o mês de junho, a prefeitura retira 40 leitos, reduzindo para 105 a quantidade de UTIs. O Governo do Estado, em nota, lamentou a falta de informação interna dentro do âmbito do município de Cuiabá.  O documento derruba argumentos do prefeito da capital, Emanuel Pinheiro, sobre o caso. Cuiabá é a 2ª no Estado em número de mortes por Covid-19.

Só Notícias