quarta-feira, 29/maio/2024
PUBLICIDADE

Brito fuzila Eder

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A reunião com Silval, nesta 6ª, entre Carlos Brito e Eder Moraes não acabou com a bronca entre os dois. Ao contrário, o diretor de infra-estrutura passou a fuzilar Eder. “Diante da forma antidemocrática e totalitária que o diretor presidente conduz a Agecopa, somos impedidos de nos pronunciar. Dentro da Casa do Povo, que é a Assembleia Legislativa, me apresentei como cidadão porque ali está a origem do poder. Qual o crime de me apresentar como cidadão. Por acaso, o senhor Eder Moraes e os demais deputados estão acima de qualquer cidadão?”, questiona Brito. Pelo jeito, Silval não terá outra escolha a não ser optar por quem fica na Agecopa: Eder ou Brito.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Prejudica a economia

O prefeito de Sinop, Roberto Dorner, participou, em...

Mais avanços

O governador Mauro Mendes afirmou, hoje, em encontro com...

Fraude à licitação e peculato

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Miasma,...

Vão pra Bahia

O governo Mauro Mendes (União) iniciou tratativas com uma...