Ponto Final

Botelho, Max e Janaína afastados

O ministro Alexandre Moraes, atendeu ação ajuizada pelo partido REDE, em Mato Grosso, e decidiu que foi ilegal a eleição em outubro do ano passado para mesa diretora da Assembleia. Eduardo Botelho, reeleito presidente, Janaína Riva, reeleita vice e Max Russi reeleito secretário não poderiam disputar a reeleição porque é vedado pela Constituição. Mas a chapa única deles foi vencedora e tomaram posse. Agora o STF anulou a eleição e posse e mandou fazer nova eleição. O ministro deixou claro que a “Constituição do Estado possibilitar “uma única recondução sucessiva aos mesmos cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Mato Grosso”.

Só Notícias