Ponto Final

Bloqueio sem afastamento

O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública, recebeu denúncia contra o deputado estadual Romoaldo Junior (MDB) e ordenou o bloqueio nas contas dele, do ex-parlamentar José Riva, Gilmar Fabris (PSD), Mauro Savi (DEM) e outros 9 envolvidos no suposto esquema que desviou mais de R$ 9 milhões na Assembleia. Apesar do bloqueio, o juiz indeferiu o pedido de afastamento do deputado. Ele decidiu que, mesmo com recebimento da denúncia, não existe um “dano irreparável ou de difícil reparação” que faça necessário o afastamento de Romoaldo e que não existem elementos que comprovem que ele tenha “adotado e/ou adotará conduta tendente a prejudicar a instrução processual”. O bloqueio, por meio do Sistema Bacenjud, será de R$ 95 mil para Romoaldo. Ele, Riva, Savi e Fabris não poderam vender seus imóveis enquanto o processo não for julgado.

Só Notícias