Ponto Final

A melhor até agora

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, se reuniu, hoje, em Cuiabá, com o governador Mauro Mendes e o conselho de previdência e elogiou a proposta de reforma da previdência estadual que prevê aumentar de 11% par 14% a alíquota de contribuição. “Analisamos a proposta do Governo do Estado e está aderente. O texto da minuta da PEC eu achei, inclusive, o melhor de todos os Estados. O governo está no caminho certo e vislumbrando o que é melhor para a garantia à aposentadoria e à pensão dos servidores de Mato Grosso no futuro, porque o modelo atual é insustentável”, expôs Rolim. Para conter o déficit financeiro da previdência de Mato Grosso, que em 2020 chegará a R$ 1,4 bilhão, o Governo do Estado pretende aumentar a alíquota de contribuição, de 11% para 14% e a mudar a idade mínima das aposentadorias, que passaria a ser de 65 anos para homens e 62 para mulheres, exceto para algumas carreiras que tem regras próprias como professores e militares.

Só Notícias