Ponto Final

5,3 mil temporários

O desembargador Luiz Ferreira da Silva também expôs, em sua decisão de afastar do cargo o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, por irregularidades nas nomeações de servidores na Saúde, que o ex-secretário ao delatar as irregularidades em nomeações que as nomeações seriam para manter a base de apoio do prefeito na câmara municipal”. Na sentença, o desembargador também comparou que o Sistema de Saúde de Cuiabá tinha, no total, 5.368 servidores temporários, número que se revela elevadíssimo se comparado a quantidade de servidores de todo o Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso, que possui 4.579 servidores em seu quadro de funcionários, incluindo suas 79 comarcas”.

Só Notícias