sábado, 13/abril/2024
PUBLICIDADE

2º afastamento

Só Notícias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, foi afastado pelo desembargador Luiz Ferreira da Silva, por 6 meses. O magistrado atendeu novo pedido do Ministério Público do Estado, que investiga um esquema de desvios de recursos da saúde do município. O prefeito pode ingressar com agravo interno de Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça e tem o prazo de 15 dias para interpor recurso após ser intimado. O processo tramita em segredo de justiça. O desembargador havia afastado Emanuel em 2021 (ele ficou cerca de 35 dias fora do cargo) após a operação policial que apurou contratação de servidores fantasmas na Saúde e diversos deles sem qualificação em troca de apoio político na câmara.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Agenda de Bolsonaro – Sinop

O ex-presidente deve chegar, na próxima quarta-feira, por volta...

6.0

Mauro Mendes completou 60 anos, nesta 5ª feira e,...

MP recomenda ‘seguro garantia’

A Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio...

Novo CEM

O prefeito de Sinop, Roberto Dorner, lançou, hoje, as...