Política

Wellington diz que sequer foi consultado para ser líder governo de Bolsonaro no Senado

O senador Wellington Fagundes (PR), que tem seu nome cogitado para ser o líder do governo de Jair Bolsonaro (PSL) no Senado, disse que sequer foi consultado sobre a possibilidade e acrescentou que seu foco é estruturar o bloco parlamentar Vanguarda, grupo do qual ele anunciou a composição e liderança na semana passada. A possibilidade de liderar o governo no Senado foi aventada pelo jornal Valor, reproduzida por outros veículos de comunicação e prontamente rechaçada pelo senador nas redes sociais.

“Minha prioridade neste momento é estruturar o bloco parlamentar Vanguarda, do qual participam senadores do PR, do PSC e do Democratas, incluindo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (AP), através do qual queremos estar à frente dos debates de grande interesse do povo brasileiro”, declarou.

A proximidade com Alcolumbre é um trunfo de Fagundes para se destacar no Senado. Se for líder do governo, o senador mato-grossense será responsável por encaminhar os projetos do Poder Executivo nacional e defender os interesses do presidente no Congresso. Para isso, deverá ter uma linha de acesso direta com Bolsonaro.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: Só Notícias/Diego Oliveira/arquivo)