Política

Vereadores de Sorriso pedem Bolsa Esporte, asfaltamento e melhorarias no transporte

Incentivar cada vez mais os atletas de Sorriso a participarem de competições olímpicas. Com esse objetivo, o vereador Adevanir Pereira da Silva, o Bia (PFL) apresentou um Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do Programa ‘Bolsa Esporte Olímpico’.
Para o parlamentar, “o esporte divulga, evidencia e desenvolve todas as comunidades que a ele dão a atenção merecida”.
De acordo com o projeto, o Poder Executivo fica autorizado a firmar parceiras com órgãos públicos ou privados. Os critérios e competições para seleção de atletas ficarão por conta da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer e seus parceiros. O projeto já foi encaminhado às comissões competentes.

A necessidade de se asfaltar o Distrito de Primavera é o tema de uma indicação ao Poder Executivo de autoria dos vereadores Gerson Frâncio, o Jaburu (PPS) e Chagas Abrantes (PPS) apresentada na sessão ordinária da última segunda-feira.
Sem a pavimentação asfáltica, a comunidade daquela região sofre tanto no período chuvoso como no seco. “Na época das águas é difícil se locomover por causa da lama. Na seca, o maior problema é com a poeira, muito prejudicial à saúde”, justifica Jaburu.
Chagas Abrantes lembra que a construção do asfalto é uma antiga reivindicação dos moradores do Distrito. Também considera que, “os recursos gastos para molhar as ruas no período de estiagem podem ser aplicados no asfaltamento”, finaliza.

Os vereadores Gerson Frâncio, o Jaburu (PPS) e Chagas Abrantes (PPS) querem melhorar o transporte escolar no Distrito de Primavera. Para tanto, eles apresentaram uma indicação pedindo ao Poder Executivo a doação de um veículo Kombi para transportar alunos das fazendas São Felipe, Nossa Senhora de Fátima, Alegria e adjacências até a BR-163. Jaburu e Chagas justificam que a distância percorrida pelas crianças é de aproximadamente quatro quilômetros até a rodovia. “Além disso, os alunos ficam expostos à chuva, sol e à poeira, podendo ficar doentes”, informam.
Eles acrescentam ainda que aproximadamente 14 alunos ficam aguardando a condução na BR-163, sem lugar adequado.