Política

Vereador aciona justiça contra donos de postos em Sorriso

A Câmara Municipal de Sorriso ingressou na tarde desta terça-feira (28), com uma representação junto ao Ministério Público para cobrar dos postos de combustíveis uma planilha de custos que justifique o valor dos combustíveis praticado em Sorriso.
O documento foi protocolado pelo vereador Gerson Frâncio, o Jaburu (PPS).
O caso será conduzido pelo promotor de justiça Marcos Brant Costa que, atualmente, está de férias. Um levantamento feito pela Câmara Municipal, a pedido do parlamentar, aponta que o preço dos combustíveis nos postos de Sorriso continua sendo um dos mais caros de Mato Grosso.

Em março deste ano, Jaburu encabeçou uma audiência pública para discutir o valor cobrado no município, que, segundo pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) era o mais caro de toda a região Centro-Oeste.
Na reunião, estiveram presentes o delegado do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Mato Grosso (Sindipetróleo) em Sorriso, Laércio Estrela, donos de postos, vereadores, os consultores Roberto Cavalcanti Batista e Luiz Otávio Xavier Pinto e a comunidade.

Na época, ficou acordado que os postos de Sorriso fariam um planilhamento de custos e que o Sindpetróleo repassaria a planilha à Assessoria Jurídica da Câmara de Sorriso dentro de 20 dias. Segundo o vereador, até agora, nenhum documento foi apresentado.