quarta-feira, 29/maio/2024
PUBLICIDADE

Tribunal mantém bloqueio das contas de Mauro Mendes

PUBLICIDADE

O empresário Mauro Mendes (PSB) perdeu novamente na Justiça uma disputa em que tenta, sem sucesso, demonstrar que não deve cerca de R$ 1,191 milhão em cheque emitido, segundo ele, em 2008 para atender a um amigo, mas que está datado de 2010 e foi preenchido em nome de Ribeiro Miguel Sutil Auto Posto (Posto Millenium), localizado próximo a um grande supermercado no acesso ao bairro Santa Rosa.

A Sexta Câmara Cível do Tribunal de Justiça manteve, por unanimidade, a penhora de R$ 1,191 milhão das contas bancárias de Mauro Mendes, que esperava com a decisão promover o efeito suspensivo no bloqueio determinado pelo Juízo da Fazenda Pública. O agravo de instrumento foi relatado pelo desembargador José Ferreira Leite, que foi acompanhado pelos também desembargadores Juracy Persiani e Guiomar Teodoro Borges.

A decisão do bloqueio foi determinada em março de 2011 pelo juiz Elinaldo Veloso Gomes, mas o advogado de Mendes, Paulo Taques, tentava com a decisão substituir o bloqueio dos valores que se encontram à disposição da Justiça, por um bem de valor superior, o que não foi acatado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Essa ação ainda terá outros desdobramentos, pois existem embargos na ação original na Vara da Fazenda Pública onde Mauro Mendes avoca como testemunhas para comprovar que não é devedor, o governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB), o secretário Eder Moraes e o empresário Mauro Carvalho. "Vamos comprovar que não devemos em que pese o cheque ser verdadeiro", disse o advogado de Mendes.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Nova Mutum: investimentos em saúde chegam a 30% da arrecadação municipal

O investimento de recursos municipais na saúde foi de...

Guarantã investe R$ 444 mil na compra de mais uma ambulância

A prefeitura de Guarantã do Norte (230 quilômetros de...

Potencial do setor florestal de Mato Grosso é divulgado em feira na França

A comitiva mato-grossense que representa 523 indústrias associadas ao...
PUBLICIDADE