Política

Técnicos do BNDES explicam a vereadores financiamentos para rede de esgoto

Técnicos do BNDES -Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social- estão em Sinop para conhecer a necessidade do município em ter rede de esgoto. Eles explicaram hoje de manhã para 9 vereadores de Sinop a linha de financiamento de R$ 40 milhões que a prefeitura busca para implantação da rede de esgoto no município. O prefeito Nilson Leitão participou do encontro. O gerente do departamento de desenvolvimento urbano do banco, Mario Miceli, explicou que o dinheiro será liberado conforme o andamento das obras. Cerca de 35% a 40% da cidade deve ter rede de esgoto nesta primeira etapa beneficiando cerca de 7 mil residências.

A prefeitura poderá pagar os R$ 40 milhões em 11 anos e os juros (que variam de 2 a 3% ao ano serão pagos trimestralmente. A partir da conclusão das obras haverá uma carência de seis meses para o início da amortização da dívida, ou seja, pagamento de parcelas mais juros.

Em março o prefeito Nilson Leitão esteve no Rio de Janeiro e protocolou pedido para financiamento e início da implantação da rede de esgoto em Sinop. O projeto tem que ter aprovação da câmara, que contratou uma empresa de consultoria para analisar o projeto. Quanto a reunião de hoje, o presidente disse, por intermédio da assessoria, que “ traz tranqüilidade não só para o vereador e também para a população que pagamos por esses investimentos, pois temos certeza de estamos tomando decisões que mais tarde não venham causar prejuízos”, disse, referindo-se da preocupação com o futuro financeiro, estrutural e ambiental do município.
O presidente não descartou a possibilidade de sessões extraordinárias serem realizadas durante o recesso de julho para a votação do projeto, o que, segundo ele, devem acontecer provavelmente na primeira quinzena do mês. O projeto está no legislativo há cerca de 30 dias.

O prefeito Nilson Leitão lembrou que o município apresentou ao BNDES estudos de receitas e é considerado apto para conseguir este financiamento.
“Estamos na segunda fase do projeto onde os técnicos estão reconhecendo o local onde a rede de esgoto deva ser iniciada. Eles estão fazendo uma avaliuação técnica
Fiz questão de levar os técnicos para esta reunião com os vereadores para dirimir todas as dúvidas”, afirmou o prefeito.

Leitão lembrou que o BNDES e o Tesouro Nacional reconhecem que a prefeitura de Sinop tem capacidade de pagamento dos recursos pleiteados. O prefeito disse aos vereadores que se houver outra alternativa, sem capatar financiamentos, está aberto para sugestões.

O BNDES terá prazo de 4 meses para aprovar o projeto.