Política

Sorriso: vereadores querem proibir empresa de cobrar tarifa de esgoto de 90% sobre fatura de água

Vereadores estão se articulando para que seja criada lei municipal e a concessionária de águas fique proibida de cobrar a tarifa de esgoto de 90% sobre a fatura de água. Inicialmente, foi elaborada uma indicação e discutida em sessão ordinária, prevendo que a tarifa de esgoto será fixada após aprovação de estudos operacionais e financeiros, pelo Conselho Municipal de Saneamento Básico e com parecer de auditor independente.

A tarifa de esgotamento está sendo cobrada sem o parecer do auditor independente e os vereadores alegam que não fora cumprido o estabelecido na legislação, o que torna a cobrança ilegal, abusiva e nula. O questionamento é feito pelos vereadores Damiani na TV, Toco Baggio (PSDB), Nereu Bresolin (DEM), Dirceu Zanatta (MDB) e Elisa Abrahão (Patriota).

Damiani declarou, através da assessoria, que são inúmeras reclamações de moradores dos “bairros onde já se encontram instalada a rede de esgoto sanitário, quanto ao valor da tarifa cobrada no percentual de 90%, sobre o consumo de água mensal, elevando as faturas a níveis astronômicos e até impagáveis”.

Outro lado
Procurada por Só Notícias, a assessoria da Águas de Sorriso informou que “atualmente a concessionária segue as normas estabelecidas pelo contrato de concessão realizado em conjunto a prefeitura de Sorriso e a câmara de vereadores. Vale ressaltar que as medidas destacadas pelo projeto podem ser propostas, desde que sigam o equilíbrio proposto pelo contrato de concessão para que tais alterações não gerem ônus à população.”

Redação Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)