sábado, 13/abril/2024
PUBLICIDADE

Sorriso: prefeitura não renova contrato com empresa que atrasou salários e bloqueará R$ 4,6 milhões

PUBLICIDADE
Só Notícias/Ana Dhein (foto: assessoria)

O secretário de administração, Estevam Húngaro Calvo, informou, há pouco, que a prefeitura não renovará o contrato com a empresa terceirizada responsável pelos servidores que trabalham na área de saúde. Conforme o secretário, além de reuniões durante a semana, diversos trabalhadores foram ouvidos e “realmente a insatisfação de quem recebe por eles é total.” “Em razão destes fatos, hoje (30), seria o último dia de contrato com a empresa, ela também teria que ter apresentado para nós aqui uma certidão de débito federal que também não o fez, e diante do apelo destes colaboradores nós não renovaremos o contrato da empresa com o município.”  Recentemente, houve atraso salariais para centenas de funcionários e a prefeitura chegou a cogitar rompimento contratual se não fossem quitados.

Sobre os salários atrasados e 13º, Estevam Húngaro afirmou que a prefeitura fará o “bloqueio do dinheiro que a empresa tem conosco, aproximadamente R$ 4,6 milhões.” Ele também ressaltou que existem alguns trâmites a serem feitos, mas “nós iremos buscar uma medida judicial para consignar esses valores em juízo e que eles sejam liberados tão somente para os trabalhadores, para assim garantir o direito de eles receberem salário, décimo terceiro, os valores que a prefeitura tem hoje em seu poder.” 

“Nós temos obrigação de pagar e não estamos negando a pagar, mas para que os trabalhadores não tenham prejuízo nós depositaremos diretamente em juízo, para que a justiça de a melhor condução e faça com que esses valores cheguem aos trabalhadores que necessitam”, afirmou o secretário.

“A partir de amanhã faremos licitação de emergência para poder repor esses postos de trabalho porque os serviços são essenciais e é importantíssimo também para essas pessoas, que estão sem receber que elas continuem trabalhando para que no mês que vem elas tenham seus salários garantidos.” O secretário disse que o contrato emergencial será com a Copervale. “A partir de amanhã, assinaremos com a empresa que apresentou o melhor orçamento. Quem quiser (servidores) continuar trabalhando em seu posto, procure a empresa, a maioria eu sei que já possui cadastro e ela irá reassumir os trabalhos”, concluiu.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE