quarta-feira, 22/maio/2024
PUBLICIDADE

Sorriso: câmara também deve investigar denúncia de suposto caso de pedofilia

PUBLICIDADE

A presidente da câmara sorrisense, Marisa Netto (PSD), acaba de anunciar, em entrevista coletiva, que recebeu, da delegacia municipal de Polícia Civil, confirmação que estão sendo feitas investigações sobre denúncias de suposto caso de pedofilia. Um vereador foi denunciado e está sendo investigado. Marisa disse que, ontem, o delegado Thiago Damasceno, respondeu o requerimento do legislativo e confirmou que foram feitas denúncias que o vereador, supostamente, teria abusado de uma menor de idade. Marisa disse ainda que “o nome do suspeito não pode ser revelado porque o processo corre em segredo de justiça. No texto, o delegado cita que as informações prestadas devem ser mantidas em extremo sigilo, podendo apenas ser utilizada para fins de apurar eventual conduta irregular na câmara”, conta a presidente. Ela mostrou o documento para os demais vereadores, em reunião esta manhã.

O caso passa a ser analisado pela corregedoria da câmara que pode pedir abertura de uma comissão parlamentar para também apurar as denúncias.

Por outro lado, alguns vereadores defendem que seja divulgado o nome do vereador investigado. Elias Maciel (PSD) disse que deve ser esclarecido por “todos os nomes foram jogados no ventilador. Se existe este caso, todos são pré-acusados. Vamos tomar todas as providências e dar nome aos bois, pois isto acaba desgastando a todos”, cobrou.

O líder da oposição, Luis Fabio Marchioro (PDT), afirmou que não podem ser aceitas “denúncias levianas e que não tenham consistência. Temos que acreditar em denúncias verdadeiras e se tiver procedência, temos que investigar, e caso haja a verdade, temos que punir este parlamentar que desvia a conduta”, finalizou.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE