terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Silval diz ter boas perspectivas para candidatos de seu partido em MT

PUBLICIDADE

Ao anunciar o "mapeamento" dos 141 municípios de Mato Grosso pelo recém criado Conselho Político, formado pelas siglas da base aliada, o governador Silval Barbosa (PMDB) pontuou um discurso de defesa veemente sobre candidatos do PMDB. Reiterou sua intenção de ajudar as legendas que formam a base de sustentação, mas reafirmou sua posição de militante convicto do partido e de apoiador dos projetos próprios do seu partido nas eleições de 2012.

Questionado por jornalistas, na tarde de quinta-feira, em ato de lançamento de obras previstas para a Copa de 2014, anunciou respaldo a chapa majoritária delineada para Cuiabá, citando o nome do empresário da área de comunicação, Dorileo Leal, como pré-candidato do partido que tem, na avaliação dele, grandes possibilidades de vencer o embate eleitoral.

"Sou partidário e se o partido tem candidato é claro que vou subir no palanque. Não tenho dificuldade alguma com isso. Acho que estamos buscando um entendimento e por isso foi formado o conselho e o fórum. Mas acho que o Dorileo tem grandes chances, ele subiu 1000% em pesquisa recente, que confiou a ele cerca de 12%. E se continuar assim vai crescer ainda mais", disse ao analisar as chances de Dorileo aumentar consideravelmente sua posição, frente aos adversários, na corrida à prefeitura da capital mato-grossense.

O governador lembrou que existe esforço e comprometimento para se chegar a um acordo com as siglas aliadas, que deverão contar com seu respaldo político. Mas antecipou que em municípios de maior destaque, como Cuiabá, já estão sendo feitas conversações para possível coesão do bloco. Na prática, isso significa que o PMDB já vem trabalhando nos bastidores para amarrar entendimentos com legendas como o PR, que coloca o nome do secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo.

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PSD), defende que cada caso seja avaliado. Mas considerou natural a posição do governador de apoio aos candidatos do seu partido. O PSD, presidido pelo vice-governador Chico Daltro, planeja lançamento de aproximadamente 100 projetos próprios em Mato Grosso. Na capital, o assunto vem sendo debatido mas ainda não há definição de líder de chapa majoritária.

A força política do governador vem sendo discutida de forma aprofundada e com muito zelo. Não resta dúvida sobre o reforço a ser dado por Silval no período eleitoral, por isso a meta das siglas aliadas de conseguir firmar consenso sobre sua participação na campanha. O PMDB de Mato Grosso, sob comando do deputado federal Carlos Bezerra, elabora ações sobre 110 candidatos às prefeituras. Líderes da Executiva nacional, como o vice-presidente da República, Michel Temer, fazem parte da extensa lista de renomados da legenda que virão ao Estado para apoiar os planos para o pleito municipal.

Na próxima semana, representantes do fórum se reúnem para discutir encaminhamentos. Cada legenda terá a tarefa de apresentar sugestões.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE