Política

Silval admite disputa Governo do Estado pelo PMDB

“Posso ser candidato ao Governo do Estado. Estou pronto para isso e não fugirei a esta responsabilidade e esta for a vontade de meu partido”. A declaração foi feita pelo presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Silval Barbosa (PMDB) durante ato de filiação de novos integrantes do partido na Câmara Municipal de Várzea Grande na manhã desta quinta-feira.

Ao abonar as filiações do vice-prefeito de Várzea Grande, Nico Baracat que deixou o PDT e os vereadores Vanderlei Cerqueira e Aziza Baracat, ambos do PSB ao PMDB, Silval Barbosa falou do quadro político atual e admitiu que pode ser candidato ao Governo do Estado no pleito de 2006. Mas ressaltou que o objetivo principal do partido é primeiro montar uma chapa forte para a disputa à Assembléia Legislativa e a Câmara Federal.

Segundo Silval Barbosa ainda é muito cedo para se lançar uma candidatura ao Governo do Estado. Ele explicou que antes é preciso esperar uma posição do congresso com relação a uma possível mudança na lei eleitoral e ressaltou ainda que outro entrave é com relação ao PMDB não ter definido ainda se terá um candidato à Presidência da República. “Se tivermos um candidato à presidência fica mais fácil o projeto de disputar eleições para todos os cargos. Mas ainda é muito cedo para definirmos isso. Vamos aguardar os acontecimentos”.

Durante a solenidade de filiação em Várzea Grande, o presidente da Assembléia Legislativa disse que mais importante neste momento e montar chapas fortes para a Assembléia Legislativa e a Câmara Federal. O plano do PMDB em Mato Grosso é voltar a ser maioria. Por isso estamos trabalhando para ter em nossas fileiras parlamentares que tenham grande apoio popular. Nico Baracat, Vanderlei Cerqueira e Aziza Baracat são expoentes da política várzea-grande e políticos que podem contribuir em muito para que o PMDB cresça no Estado”, disse.