Política

Secretário da Receita Federal garante instalação de porto seco em Sinop, diz prefeita

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, garantiu à prefeita Rosana Martinelli (PR) que Sinop terá um terminal alfandegário que agiliza importações e exportações, denominado de “porto seco”. Há alguns dias, a gestora se reuniu com o representante do órgão federal, em Brasília (DF), onde recebeu a confirmação da abertura do procedimento licitatório de outorga do terminal. “Protocolamos o pedido e o secretário nos deu a garantia de abrir o edital. Para o município de Sinop é um ganho muito grande”, afirmou Rosana, ao Só Notícias.

O porto seco, conhecido também como Estação Aduaneira do Interior (EADI), é um terminal controlado pela Receita Federal, no qual são executadas operações de movimentação, armazenagem e despacho aduaneiro de mercadorias e de bagagem. Os portos do interior foram criados como opção logística para desafogar a movimentação de mercadorias em zonas primárias (portos e aeroportos). Em Mato Grosso, Cuiabá é a única cidade que dispõe de um porto desta natureza.

“Após a mercadoria passar por este recinto, pode seguir direto para o costado do navio. Está liberada para exportação. Vale também para a importação. É a competitividade e a livre concorrência para os empresários. Ele pode escolher onde liberar a mercadoria. Além disso, são recursos da iniciativa privada, que vai comprar a área e construir”, explicou a prefeita.

Ainda não há previsão para implantação do terminal em Sinop. Rosana, no entanto, acredita que, até o começo do ano que vem, a Receita terá liberado o procedimento licitatório. “É o início do processo. Hoje, a gente não tem previsão de data. Esperamos que lance o edital no final do ano ou início do ano que vem. Mesmo que o processo seja demorado, é um grande avanço para facilitar o processo burocrático de exportação e importação”.

A prefeita ainda comemorou a garantia dada pelo secretário e destacou que o porto seco representará “um grande avanço” para o desenvolvimento de Sinop. “O município tende a ganhar. Vai atrair mais recursos e empresas. É um grande projeto de desenvolvimento. Como vamos estar com o terminal da ferrovia (Ferrogrão), acaba consolidando o município”.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo)