Política

Savi pede a ministro mais policiais rodoviários para o Nortão

O líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Mauro Savi (PPS), solicitou para o Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, o aumento do quadro operacional da Policia Rodoviária Federal, em Mato Grosso. O deputado que encabeçou o pedido contou a assinatura da mesa diretora da Assembléia e de mais 17 deputados.

O aumento do quadro vai beneficiar oito delegacias e 17 postos de serviço. As rodovias que devem receber ampliação do quadro de policiais são as BRs, 163, 364, 070, 174 e 158. O aumento estimado do efetivo operacional da PRF, em Mato Grosso, deve ser de cerca de 100 policiais. “Essa ampliação deve acontecer com a máxima urgência”, disse o deputado.

Os postos da PRF na BR 163, não são suficientes para atender a demanda do tráfego na rodovia, que conta com cerca de mil quilômetros de extensão apenas em Mato Grosso. Por isso, também serão criados novos postos entre Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop, e uma delegacia e um posto, em Guarantã do Norte, na divisa com o estado do Pará.

A justificativa para a implantação dos postos é devido o crescente do fluxo migratório, a extensão entre as vias a serem patrulhadas, o aumento contínuo de veículos em trânsito e principalmente, pela grande movimentação anual da safra agrícola que em sua maioria, trafega pela BR 163..

De acordo com o Inspetor Chefe da 6º Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Sorriso, Ismael Lemes Vieira, o aumento do quadro será muito importante para a segurança dos usuários das rodovias. “Além de evitar a violência e a criminalidade, será possível aumentar o número de postos, já que a distância entre eles, em alguns casos, chega a 200 quilômetros um do outro, impossibilitando a comunicação via rádio que é de no máximo 100 quilômetros”, completou.

O deputado também pediu ajuda da bancada federal de Mato Grosso no sentido de viabilizar o atendimento ao pleiteado o mais rápido possível. Ele pede também, que na realização de novos concursos para recrutamento de policiais, seja obedecido o critério da regionalização.

Dessa forma, será possível definir o número de profissionais destinados a casa unidade da federação, compatível com as necessidades, dos serviços operacionais que devem ser executados. Segundo dados da PRF, foram disponibilizados para Mato Grosso, cerca de 60 policias. Número considerado baixo, em relação a extensão territorial do Estado, deixando a população carente no atendimento dos serviços.