Política

Procuradoria da câmara convoca suplente que acusou vereadores em Sinop

A Procuradoria Parlamentar da Câmara de Sinop notificou ontem o suplente de vereador e coordenador municipal de Esportes, Antonio Joliveira Santos (Porcão) para prestar esclarecimentos sobre acusações que fez a vereadores que estariam cobrando um carro para votar projetos da prefeitura. O suplente é esperado, hoje à tarde, na cãmara e se explicar.

A presidente da procuradoria, Sinéia Abreu, explicou, hoje de manhã, que tem a Procuradoria Parlamentar tem objetivo de defender a câmara e, consequentementem, os vereadores. “O presidente nos convocou para fazer uma investigação sobre uma denúncia que foi feita. Juntamente com o vereador Mauro Garica, que é o relator, e o vereador Jorge Müller, membro, convocados o suplente para ele prestar depoimento. Mas, o principal objetivo, é notificá-lo para que ele tenha em quinze dias apresentado provas. Se isso não ocorrer a Procuradoria vai oferecer denúncia ao Ministério Público e cobrar todas as sanções da lei. Inclusive, como diz o artigo décimo da Constituição Federal, o inciso quinto, diz que todo cidadão não pode ter inviolado a sua moral e a sua honra, e foi o que aconteceu com os vereadores de Sinop”, explicou Sinéia.

“Se ele apresentar algo (indício ou prova) vamos investigar o que ele estiver apresentando. Aí, se for o caso, se existir alguma coisa, a corregedoria da câmara vai passar a investigar”, esclareceu.

A aprovação de um vento de censura, por unaminidade, pedindo que o prefeito Nilson Leitão exonere Antonio Joliveira Santos, do cargo de coordenador municipal, foi aprovada na sexta-feira passada, em sessão extraordinária.