Política

Procurador Mauro alerta para compra de votos e pede engajamento dos seus eleitores

O Procurador Mauro (Psol), candidato a Senado por Mato Grosso, alertou para a compra de votos nos últimos dias da campanha, que termina em primeiro turno no próximo domingo. Ele fez uma live nas redes sociais convocando a militância e seus apoiadores a fiscalizar e a combater os abusos econômicos, principalmente a compra de votos.

“Precisamos muito do engajamento das pessoas que estão nos apoiando nesta campanha. Vocês sabem, nesta reta final as candidaturas dos milionários vêm com todo dinheiro para a compra de votos, para a compra de apoios, então nós precisamos combater este trabalho de compra de votos com o nosso engajamento”.

O candidato de esquerda é um dos que estão mais bem avaliados nas pesquisas com menor valor de arrecadação na campanha. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, a última declaração do Procurador Mauro, feita dia 18 de setembro, atesta uma arrecadação de R$ 130 mil, sendo todo valor oriundo do fundo partidário.

A declaração ainda mostra que o Psolista contratou R$ 21,8 mil e já efetuou o pagamento integral. A despesa foi com uma empresa de comunicação que faz impulsionamento de conteúdo nas redes socais.

Os valores declarados ao TSE não são definitivos e podem sofrer atualizações.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: arquivo/assessoria)