Política

Presidente da câmara é sepultado em Nova Mutum com honras militares

O presidente da câmara de vereadores de Nova Mutum, João Batista Pereira da Silva, de 54 anos, foi sepultado no final da manhã, no cemitério municipal Esperança e Vida. Houve concentração para o cortejo na avenida Brasil e ato de despedida na câmara e logo em seguida, na prefeitura, onde o prefeito Leandro Felix discursou e enalteceu a grande liderança política de João.

Lideranças regionais também estiveram na despedida. “Hoje nos despedimos de um amigo querido, João Batista, ex- secretário de Saúde de Nova Mutum e do Estado, vereador e presidente da Câmara”. “A prefeitura de Lucas do Rio Verde lamenta a morte do vereador que muito contribuiu para a saúde de Mato Grosso. Aos amigos e familiares, os nossos mais sinceros sentimentos de pesar”, manifestou o prefeito Miguel Vaz.

Houve honras militares e culto em memória do parlamentar, que foi sepultado no final da manhã.

João faleceu na sexta-feira à noite, na UTI de um hospital em São Paulo, onde estava há cerca de duas  semanas lutando contra complicações causadas pelo Covid. O traslado do corpo foi neste domingo.

A secretaria de Estado de Saúde manifestou pesar pelo falecimento do ex-secretário estadual da pasta. O secretário de Estado Gilberto Figueiredo, expressou “sentimentos de pesar aos familiares e amigos do vereador e manifestou gratidão pelo tempo de dedicação à saúde Pública do Estado”. Em 2016, Batista foi convidado a integrar a gestão do governador Pedro Taques, como secretário estadual de Saúde, onde comandou por cerca de dez meses.  Em 2017, ele retornou a Nova Mutum e foi chefe de Gabinete na segunda gestão de Adriano Pivetta

João foi procurador jurídico na prefeitura, na primeira gestão de Adriano Pivetta, a partir de 2001. Durante aquela gestão, até 2004, também chefiou as secretarias de Administração e Saúde. Nas eleições de 2020, concorreu pelo Republicanos e foi o segundo vereador mais votado (1,5 mil votos), sendo escolhido para comandar a câmara de Nova Mutum. 

Ele é o segundo líder político da região que morre em decorrência da doença, em menos de 40 dias. Em 13 de março, faleceu o deputado estadual Silvo Favero, de Lucas do Rio Verde. 

O prefeito Leandro Félix e o ex-prefeito Adriano Pivetta lamentaram o falecimento do amigo e aliado político. Foi decretado luto de 7 dias.

Redação Só Notícias (fotos: reprodução - atualizada 16:34h)