terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Presidente da Câmara de Cuiabá se defende de acusações

PUBLICIDADE

O presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel (PSD), disse, durante sessão, esta manhã, estar surpreso com as acusações contra ele juntamente com mais nove pessoas feitas pelo GAECO – Grupo de Apoio e combate ao Criem Organizado, do Ministério Público Estadual, que teria participado da tentativa de compra de sentença para a soltura de integrantes da família Pagliuca. Ele disse que são “infundadas, orquestradas e sem qualquer base legal” as acusações.

João Emanuel disse ter recebido com surpresa a notícia dessa denúncia do Ministério Público que o coloca como agente em negociação de compra de sentença. “Sou de família de juristas, doutor em Direito, e sei, antes de qualquer coisa, que o ônus de provas compete a quem alega. Crime mesmo é tecer acusações sem qualquer base. Mas aceito a manifestação da denúncia pelo respeito que tenho nutrido ao Ministério Público, importante braço de garantias dos direitos dos cidadãos”.

Ele esclareceu também que não tem contato com a referida família. “Na condição de advogado, foi procurado na época para analisar o processo, mas não houve prosseguimento em face da contratação de outro advogado. Tornei-me então testemunha em audiência vindoura. Convocação para testemunhar que o deixou igualmente surpreso”.

Emanuel disse que está inteiramente à disposição do Poder Judiciário, instituição que respeita. “Estarei pronto para responder os eventuais questionamentos do juiz, do Judiciário. Vou aguardar, até mesmo para saber o porquê de estar sendo denunciado. Ainda não recebi qualquer notificação judicial. Mas farei minha defesa com a tranquilidade de quem nada deve, ou nada teme”.

Por formação e na qualidade de cidadão, frisou, ele é colaborador da Justiça, “a quem confio e à qual me entrego. A Justiça sempre reina, sempre reinará”, declarou, através da assessoria da câmara.

(Atualizada às 15:12h)

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE