Política

Presidente da Assembleia e 2 deputados cogitam concorrer ao Senado se houver eleição suplementar

Diante das provas robustas de realização de caixa 2 e abuso de poder econômico nas eleições de 2018, a deputada Janaina Riva (MDB) acredita que a senadora Selma Arruda (PSL) não vai conseguir reverter o quadro de cassação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para ela, a Assembleia Legislativa precisa se posicionar numa possível eleição suplementar e defender um nome de consenso de algum membro da Casa.

Segundo ela, cerca de 10 candidatos à vaga já apareceram. No entanto, acredita que um deputado estadual sairia na frente da disputa tendo em conta o apoio dos outros deputados.

Janaina diz que nomes da Assembleia já se apresentaram, como dos deputados Eduardo Botelho (DEM), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Max Russi (PSB). Para ela, quem reunir o apoio de 18 deputados deve se apresentar para à disputa, com esse apoio, a deputada acredita que será mais fácil fazer a campanha chegar no estado inteiro.

Para ela, Selma peca ao não ter uma proximidade maior com prefeitos e vereadores do interior. A deputada deseja que o próximo senador, caso seja confirmada a cassação, tenha esse perfil mais político.

Destaca que dificilmente Selma conseguirá reverter uma decisão que foi unâmine em um tribunal superior, disse que na política ainda não viu isso acontecer.

 

Gazeta Digital (foto: Marcos Lopes/arquivo)