Política

Prefeitura prepara compra de postes e luminárias de LED para avenidas de Sorriso

O executivo destinou mais de R$ 1,5 milhão para o pregão presencial, que tem como objeto o registro de preços para aquisição de materiais elétricos para expandir a rede, implantação de super postes, e instalação de luminárias de LED, em avenidas. A definição da empresa será no dia 5 de outubro.

Na justificativa, a prefeitura ponderou que há “necessidade de melhoramento na rede nas avenidas dos Imigrantes, Brasil, Curitiba, e Tancredo Neves, bem como em outras áreas públicas”. A cotação de preços foi obtida através de pesquisa em diversos sistemas.

Ao todo, são 33 itens, dentre eles 300 postes telecônico curvo simples, com 4 metros de altura livre, engastado, galvanizado a fogo, e profundidade de 1 metro. Ainda serão outros 300 postes telecônico, com sete metros de altura, além de outros 36 de aço cônico.

O certame ainda engloba 424 hastes, 49 conduletes de PVC tomada dupla, 104 tubos zincado leve, 123 abraçadeiras em alumínio, 32 quilos de arame galvanizado, 49 armações 1X1, 49 bases para rele, 49 metros de cabeçotes de alumínio, e mais 24,8 mil metros de cabo ramal quadruplex.

Ainda há outros 3,7 mil metros de cabo flexível 2.5 mm, 6,1 mil de cabo flexível 4 mm, e mil metros de cabo ramal tríplex 16 mm, 185 caixas de passagem em alvenaria, 49 metros de quadro de comando, 400 conectores perfurante, contator tripolar, disjuntores, mangueiras, eletrodutos PVC, luvas, parafusos, e outros.

O executivo justificou ainda que “em atenção a essencialidade dos materiais sem causar prejuízos para as equipes de iluminação pública, garantindo o embelezamento e a segurança, torna-se indispensável a aquisição dos itens”, pondera.

Por fim, ressaltou a “importância da continuidade às demandas da secretaria, proporcionando maior eficiência, por ser um serviço indispensável e que atinge toda a população, visando evitar acidentes, roubos e outros incidentes ocasionados pela falta de iluminação em trecho movimentado”.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Lucas Torres)