Política

Prefeitura define 5ª compra de computadores, notebooks e câmeras de segurança em Sinop

O pregão eletrônico está marcada para ser realizado amanhã, a partir das 9h, através da internet. O objeto é a compra e materiais de tecnologia, informática e eletrônica, visando atender a secretaria municipal de Educação, Esporte e Cultura, com investimento superior a R$ 2,4 milhão, divididos em 12 lotes.

O primeiro engloba 60 computadores (R$ 3,9 mil cada), 25 de outro modelo (até R$ 5,1 mil), e seis impressores (R$ 2,9 mil). Estes equipamentos atenderão os laboratórios de informática das duas novas escolas que devem ser abertas em 2023 em Sinop.

No segundo, serão comprados 75 notebooks (R$ 4,6 mil cada) e 75 mochilas (R$ 207,74). O terceiro contará com 70 kits de teclado e mouse (R$ 250), 90 fones de ouvido headset com microfone (R$ 182,45), e 12 passadores de slides (R$ 94,9). Ambos os lotes atenderão os profissionais que estão a frente de setores da pasta, bem como o Projeto de Robótica Espacial do Núcleo Tecnológico Municipal, e profissionais do esporte.

Já no quarto, estão inclusos 32 switchs com 26 portas (R$ 1,4 mil) e mais 10 com 52 portas (R$ 2,9 mil). No quinto, serão compradas caixas de cabos (R$ 37,8 mil), e no sexto kits localizadores de cabos (R$ 2,2 mil), para atender a implementação de laboratórios de informática nas 39 escolas municipais e melhorias na Gerência de Esportes.

Os lotes sete, oito, nove e 10, são destinados ao atendimento das demandas do Núcleo Tecnológico Municipal, Centro de Formação Continuada da Rede Municipal de Ensino, os espaços esportivos, além da cobertura de mídia e som necessária em eventos da cidade.

Estão englobados 40 câmeras (mais de R$ 8,7 mil cada), 300 câmeras de segurança (R$ 506,85), 40 fontes POE 24V (R$ 158), nove câmeras fotográficas (R$ 9 mil), 11 lentes 24-70mm (R$ 12,6 mil), 10 flashs profissional (R$ 972,76), seis iluminações LED (R$ 1,3 mil), 16 cartões de memória de 64 GB (R$ 179,9), 10 tripés (R$ 679), 19 microfones profissional sem fio (R$ 5,5 mil), 20 microfones profissional sem lapela (R$ 3,6 mil), três mesas de som analógicas com 16 canais (R$ 3,9 mil), 15 caixas acústicas (R$ 4,3 mil), 35 pedestais (entre R$ 175,75 e R$ 233,7), bem como cabos.

O lote 11, será voltado para instalação de softwares de engenharia e arquitetura e a aquisição é de suma importância “tendo em vista a grande demanda de projetos de novas unidades escolares, ginásios” e outras ações. Serão comprados seis computadores, sendo que cada um custa mais de R$ 25 mil, seis mouses, seis teclados, e 16 monitores de vídeo tecnologia LED.

O último, prevê a compra de 1.020 SSD, com no mínimo 240 GB de capacidade de armazenamento (componente que garante mais velocidade em todas as tarefas, desde ligar o sistema até carregar programas e jogos. Os materiais deverão ser entregues em no máximo 30 dias após a emissão da ordem de fornecimento.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Julio César Tabile/assessoria/arquivo)