Política

Prefeitura de Sinop aguarda repasse de R$ 6,2 milhões para enfrentamento ao Coronavírus

A prefeita Rosana Martinelli informou, durante a assinatura da ordem ser serviço para ampliação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que o ministério da Saúde ainda não fez o repasse dos R$ 6,2 milhões,  anunciados em julho, para combate ao novo coronavírus. Não foi manifestada previsão de quando deve ser feito. A primeira parcela, de R$ 9,4 milhões havia sido feita em junho e dividida entre as secretarias de Saúde e Assistência Social para investimento no setor e uma parte ficou como livre aplicação onde estiver necessidade da máquina pública para minimizar impactos da queda na arrecadação. A projeção é que o valor total chegue a R$ 39 milhões.

Quando a segunda entrar na conta o dinheiro poderá ser usado para melhorar a oferta dos serviços hospitalares, de atenção básica por meio da aquisição de insumos e produtos, custeio de intervenções médicas, contratação de profissionais de saúde, dentre outras benfeitorias na rede pública de saúde, com foco na assistência.

Para definir o valor destinado para cada município, o ministério considerou o tamanho da população e a média de recursos transferidos para atenção hospitalar e atenção básica no ano passado. Para os Estados, além do critério populacional, foi considerado também o número de leitos de UTI registrado nos planos de contingência preparados pelos estados para enfrentamento à pandemia do coronavírus e a taxa de incidência da Covid-19 por 100 mil habitantes.

Segundo o boletim da prefeitura, de ontem à noite, são 71 moradores que morreram, desde o início da pandemia.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)