Política

Prefeitura de Cuiabá decreta ponto facultativo nesta 2ª por conta dos ‘reflexos da greve dos caminhoneiros’

A prefeitura decidiu, neste domingo, que nesta segunda-feira será ponto facultativo, acompanhando a decisão do Comitê de Crise do governo do Estado de Mato Grosso e o Poder Judiciário, por causa da greve geral dos caminhoneiros, que tem refletido em importantes setores, como o de transporte coletivo, também atingido pela falta de combustíveis
"O prefeito Emanuel Pinheiro tomou essa decisão para garantir a segurança dos servidores públicos municipais, que estão com seu direito de “ir e vir” ameaçados pelo desabastecimento de combustível". " Essa decisão se aplica apenas a segunda-feira e que, juntamente com sua equipe administrativa e o Comitê de Crise do governo do Estado, fará uma análise “dia a dia” da situação; os serviços essenciais como: coleta de lixo, manutenção de distribuição de água, defesa civil, fiscalização e orientação do trânsito serão mantidos. Na saúde, as unidades de urgência e emergência de pronto atendimento (UPA) das regiões Norte, no bairro Morada do Ouro e Sul, no Pascoal Ramos, policlínicas e Pronto Socorro também funcionarão regularmente".

A prefeitura também informa que será ponto facultativo também nas unidades escolares da rede municipal de educação. “Diante de toda a situação que afeta não só Cuiabá, mas todas as cidades brasileiras nos últimos dias, optamos por adotar essa medida, minimizando os transtornos aos milhares de servidores da prefeitura. Muitos deles dependem do transporte coletivo, que já teve a frota reduzida desde quinta-feira passada (24). Além disso, mesmo aqueles que possuem meios de locomoção particular também estão sendo afetados. Por isso, estamos tendo essa sensibilidade de entender as dificuldades em situações como essa”, concluiu o prefeito Emanuel Pinheiro, através da assessoria.