Política

Prefeito em Mato Grosso diz que saúde entrou em colapso e decreta “lockdown”

O prefeito Rônio Condão (PSDB) decretou “lockdown” em Confresa (600 quilômetros de Sinop). A medida visa tentar diminuir a curva de contágio da covid-19 no município, que contabiliza, segundo dados da secretaria estadual de Saúde, 135 casos confirmados da doença e três óbitos.

“Hoje, estamos com quadro expressivo de pessoas contaminadas, pessoas graves em UTI. Sabemos que se não abaixar essa curva ascendente exponencial, o município de Confresa pode ter mais mortes. Eu sei que é ruim as medidas tomadas, tem a questão econômica, tem a questão de emprego, mas sabemos que se as pessoas ficarem em casa por um período, isso vai cortar a cadeia de transmissão”, disse o gestor, em entrevista a uma rádio local.

Com uma população estimada em 30 mil habitantes, Confresa instalou um hospital de campanha para atender os pacientes com a covid-19. Segundo o prefeito, no entanto, o sistema não suporta mais a demanda. “Nossa saúde, na verdade, já entrou em colapso. Se antes, tínhamos capacidade de atender dez pacientes por hora. Esses pacientes se transformaram em 20, 30, e a capacidade não aumentou”, resumiu.

Conforme o decreto, o lockdown irá durar por 15 dias. Neste período, estarão suspensas todas as atividades consideradas não essenciais. A circulação de pessoas sem a comprovação de necessidade está proibida. As entradas da cidade também serão bloqueadas.

Só Notícias/Herbert de Souza