Política

Prefeito eleito em Matupá implantará programas de habitação para aumentar oferta de mão de obra

O prefeito eleito em Matupá (209 quilômetros de Sinop), Fernando Zafonato (DEM) disse, em entrevista, ao Só Notícias, que buscará implementar programas de habitação populares e incentivará abertura de novos loteamentos para aumentar mão de obra, que atualmente é carente.

“Matupá é uma cidade que tem uma boa infraestrutura, mas uma das principais demandas é habitação. Temos muita gente que trabalha, mas não mora em Matupá. Quem quer morar tem custos altos. Por isso, temos que implementar programas de habitação. Não só programas populares, mas loteamentos que consigam criar estrutura de moradias. Existe uma carência de mão de obra no município. Não tem pessoas para serem contratadas para abertura de novas empresas”, disse.

O futuro prefeito adiantou ainda que, a partir de janeiro, deverá reduzir a “burocracia implementada nos últimos anos pelo poder público. O município criou uma estrutura de fiscalização muito grande na construção civil. Desburocratizando para as empresas existentes já será possível criar empregos. Pretendemos investir na atração de faculdades também para ampliar o ensino superior na nossa região, assim como ocorre em Sinop”.

Zafonato foi eleito no último domingo prefeito com 4.585 (48,85%) dos votos válidos. O candidato José Aparecido Mano (PL) recebeu 4.016 votos (42,79%), Celso Costin (Podemos) 590 votos (6,29%) e Sergio Lader (Patriota) 195 votos (2,08%).

Na câmara, pela coligação de Zafonato, foram eleitos os vereadores Itaituba (DEM) – 315 votos e professor Silvano (PSDB) – 245 votos. Elisandro da Tapeçaria (Podemos) – 289 votos foi eleito pela coligação de Celso Costin.

Devem formar oposição os vereadores eleitos Samuel (PL) – 417 votos, Julia Uczai (MDB) – 344 votos, Douglas Picotte (Solidariedade) – 337 votos, Marcos da TV (MDB) – 326 votos, Louredo (PL) – 292 votos e Carmilton Jorge (PL) – 264 votos, da coligação do candidato derrotado José Aparecido Mano.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria)