Política

PMDB convida procurador Pedro Taques para ser candidato a governador

O procurador geral da República em São Paulo, mato-grossense Pedro Taques, continua sendo assediado pelos partidos políticos de Mato Grosso para ser candidato. O PMDB fez a mais recente investida e convidou Taques para se filiar no partido e ser candidato a governador. O procurador chegou a conversar com a cúpula peemedebista, semana passada, em Rondonópolis. O nome de Taques agregaria apoio do PT e PL segundo as articulações que vêm sendo feitas para disputar o governo. O procurador confirmou ao jornal A Gazeta que manteve conversações com os peemedebistas e o deputado Welington Fagundes (PL) mas que não pleiteia disputar cargos eletivos.

“Especulações existem, mas não penso em ser candidato, não tenho interesse. Penso que essas manifestações sobre meu nome representa o trabalho que foi feito pelo Ministério Público”, disse Taques.

Para concorrer, Taques terá que sair definitivamente do Ministério Público Federal. Ele começou sua carreira em 93 e ganhou notoriedade nacional com o combate ao crime organizado em Mato Grosso e no caso da prisão do ex-comandador João Arcanjo Ribeiro