Política

Pivetta diz que PFL e PP são descartáveis para Blairo e é ‘corrigido’ por Pagot

As declarações do secretário de Desenvolvimento Rural, Otaviano Pivetta que o PFL e o PP são descartáveis para Blairo, nas eleições do ano que vem, “com certeza causaram constrangimento ao governador Blairo Maggi”. A avaliação é do secretário de Infra-estrutura, Luiz Pagot, o ‘homem forte’ do governo.

Pagot tentou minimizar o impacto das declarações alfinetando Pivetta ( ex-prefeito de Lucas do Rio Verde) e Percival Muniz (ex-prefeito de Rondonópolis) dizendo que ambos não se ambientaram com o fim de seus mandatos de prefeito. Pagot disse ao Diário de Cuiabá que inclusive o próprio presidente do PPS, Roberto França, reclamou das declarações de Otaviano Pivetta. “É necessário ter equilíbrio neste momento para que não haja, no futuro problemas a ser solucionados”, disse Pagot. Pivetta chegou a dizer que o governo Blairo cairia na mesmice se estivesse coligado com o grupo de Pedro Henry (PP).

O secretário Otaviano Pivetta estaria prestes a deixar o PPS e ir para o PDT, partido que estará apoiando Blairo. Busca espaço para ser candidato a senador vaga que, pelo acordo, ficará com o PP em troca do apoio a Blairo e o candidato seria o deputado Pedro Henry com que Pivetta não tem um bom relacionamento há um bom tempo.

Blairo evitou falar sobre o assunto e negou que esteja instalada uma nova crise política entre os aliados.