Política

Permuta de prédio da Câmara de Sorriso com Judiciário deve ser votada na 2ª

Os bairros que compõem a grande São Domingos correm o risco de ter vários benefícios adiados, caso os vereadores não aprovem um dos projetos do Executivo, que entrará na pauta da próxima sessão ordinária da Câmara Municipal de Sorriso.
Trata da propositura que autoriza a Prefeitura Municipal a efetuar doação e recebimento de imóvel com o Tribunal de Justiça (TJ).

De acordo com o líder do governo, Chagas Abrantes (PPS), mesmo com a bancada de oposição prometendo votar contra, o projeto será discutido e votado.
Segundo ele, o Executivo doará ao TJ, o atual prédio da Câmara de Vereadores e, em contra partida, receberá, em doação, o imóvel do Poder Judiciário. “Com a permuta, o Município deixará de gastar cerca de R$ 3 milhões com a construção do novo fórum. Essa economia será aplicada em obras que beneficiam a região da grande São Domingos, como a construção de área esportiva, de lazer entre outros aparelhamentos públicos”, justifica.

Chagas lembra que a aprovação do projeto cumpre um compromisso firmado entre a Prefeitura e Judiciário. “No ano passado, o Executivo se comprometeu em colocar as dependências do Fórum em condições plenas de funcionamento para a instalação da 3ª Entrância. A comarca foi elevada. Agora, resta ao município promover as melhorias”.
De acordo com o líder do governo, “o Município construirá a sede da Câmara em local próximo ao Paço Municipal, em local a ser definido, no prazo viável e o fórum somente entraria na posse do imóvel da Câmara quando o novo edifício estiver concluído e ocupado”, finaliza.