Política

Orçamento prevê salário mínimo de R$ 321 ano que vem

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, informou há pouco que o Orçamento Geral da União para 2006 prevê reajuste de 6,97% para o salário mínimo, o que representaria aumento de R$ 21, elevando o valor de R$ 300 para R$ 321 em maio de 2006.
Ele informou ainda que o orçamento estabelece uma meta de crescimento econômico real de 4,5% e taxas de juros declinantes no ano que vem.

Paulo Bernardo explicou que a estimativa de receita foi ampliada de 16% do PIB, prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias, para 16,24% na proposta orçamentária. A LDO prevê que, em caso de receita excedente, o governo deve apontar em quais áreas os recursos serão investidos. O ministro explicou que o excedente, que soma R$ 4,4 bilhões, será usado para a redução da carga tributária, aumento do salário do funcionalismo, possível aumento do déficit da Previdência e parte dos recursos em investimentos.