Política

Nortão: vereadores reprovam projeto propondo multa em R$ 500 em locais com aglomerações

Os vereadores de Terra Nova do Norte (156 quilômetros de Sinop) reprovaram, por unanimidade, o projeto proposto pela prefeitura para autorizar aplicação de multas de até R$ 500 para pessoas flagradas por fiscais fazendo festas e aglomerações provocando o aumentando o contágio do novo Coronavírus. A medida foi proposta após recomendação do Ministério Público para evitar um possível lockdown (fechamento total) das empresas no município.

A decisão dos parlamentares foi criticada em uma rede social pelo prefeito Valter Kuhn. “Decreto não pode gerar multa. Precisa ser lei votada pela câmara. Resumindo, a vigilância vai fiscalizar mas não pode multar. O que teremos que fazer agora é acionar criminalmente via Ministério Público aqueles que desrespeitarem o distanciamento social. Estamos fazendo de tudo para evitar o aumento de casos em nosso município. Não queremos a dor da morte por esse vírus para nenhuma família terranovense. As medidas, decretos, leis e atitudes que temos tomado são no sentido de conciliar o trabalho a atividade econômica e a saúde. Contudo existem pessoas que não estão entendendo a gravidade real da situação e do momento”, afirmou Kuhn

O gestor explicou ainda que a lei aplicando a multa seria temporária. “Enquanto durar a pandemia e era uma tentativa de coibir a escalada do número de casos, antes do lockdown. O Ministério Público reuniu com os cinco prefeitos da região e deu ultimato para implementar medidas mais enérgicas no combate ao vírus. Se os prefeitos não endurecerem o jogo o MP pedirá o fechamento total nas cidades de Peixoto, Terra Nova do Norte, Matupá, Guarantã e Novo Mundo”.

Ainda segundo Valter, com o fechamento do comércio ficará mais difícil manter o distanciamento. “Peço a todos, vamos ajudar a evitar aglomerações. Se não parar de crescer o número de casos, poderemos ter fechamento total de todas as atividades, daí acredito que será muito mais difícil do que manter o distanciamento proposto por hora.

Atualmente, Terra Nova tem 53 casos confirmados da doença. Desses, 23 estão em isolamento domiciliar e outras 4 pessoas seguem internadas no hospital municipal com complicações. Um paciente foi encaminhado via UTI aérea para tratamento em Cuiabá.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)