Política Saúde

Mauro se reúne com ministro e MT recebe hoje remessa de vacinas contra Covid; Sinop terá central regional

O governador Mauro Mendes participou, há pouco, no aeroporto de Guarulhos (SP) da solenidade com governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tratar da distribuição das vacinas contra a Covid-19. “A primeira remessa para o nosso estado será enviada nesta segunda, às 16h. Mato Grosso terá uma vacina segura, aprovada pela Anvisa, para imunizar a nossa população e evitar hospitalizações e mortes”, disse Mauro.

O primeiro lote vem com 65,7 mil doses. “No primeiro momento não chega um número grande (doses) mas nos próximos dias teremos novos lotes e vamos seguir aquilo que está determinado pelo ministério da Saúde”. “Estamos com toda a logística preparada para distribuir em tempo recorde as vacinas aos municípios” acrescentou.

“O Governo Federal centralizou a aquisição de vacinas. Tentamos comprar direto por Mato Grosso, mas recebemos uma negativa. Estamos conversando com outros laboratórios, mas é muito difícil, então vamos seguir o Plano Nacional de Imunização”, relatou. Apesar de as vacinas estarem chegando gradualmente, Mauro Mendes reforçou a importância de continuar a tomar as medidas de segurança contra a transmissão do vírus. “Vamos manter as medidas farmacológicas, porque elas são importantes e podem salvar a vida de muitos mato-grossenses”, concluiu.

Para o Centro-Oeste o primeiro lote de 415,8 mil doses teve a seguinte distribuição: Goiás 182, 4 mil, Distrito Federal 105, 9 mil, Mato Grosso 65,7 mil e Mato Grosso do Sul 61,7 mil.

Conforme Só Notícias já informou, o governo de Mato Grosso montou força tarefa para que a vacina chegue aos municípios o mais rápido possível. O Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação prevê, caso necessário, o apoio de seis aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). A secretaria estadual de Saúde ampliar a Rede de Frio Estadual e já viabiliza uma central estadual e mais quatro centrais regionais (Sinop, Barra do Garças, Cáceres, Rondonópolis), assim como a aquisição de equipamentos de refrigeração e frota adequada para distribuição terrestre. O investimento estimado é de R$ 2,2 milhões.

Só Notícias (foto: assessoria - atualizada 10:26h)