Política

Mato Grosso deve assinar empréstimo de US$ 250 milhões em 10 dias, prevê secretário

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, acredita que em 10 dias o contrato de empréstimo do governo junto ao Banco Mundial possa estar assinado. O processo para conseguir o empréstimo de US$ 250 milhões tem passado por vários entraves, até no campo judicial, mas vencidos pelo governo. O secretário explicou, nesta sexta-feira, que o parecer para liberar o dinheiro está para ser dado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Este é o último passo do trâmite técnico.

Em seguida, o pedido segue para o aval da Casa Civil da Presidência da República e depois será votado no Senado. Concluída todas estas exigências, o governador Mauro Mendes (DEM) assina o contrato do empréstimo. “Nós esperamos e contamos com a possibilidade desse processo chegar ao Senado até a próxima terça-feira (26). Trabalhamos para ter o contrato assinado até 3 de setembro e, no dia 10 de setembro, ao invés de pagar uma parcela ao Bank of America, nós vamos quitar essa dívida. Com o novo empréstimo, passamos a dever não mais o Bank of America e sim ao Banco Mundial”, detalha o secretário de Fazenda.

A próxima parcela do empréstimo com Bank of América vence também em setembro. O valor da parcela é de US$ 36,9 milhões a ser desembolsado pelo governo varia de acordo com a variação do dólar. Esta dívida foi contraída no governo Silval Barbosa. O contrato firmado em 2012 se estende até 2022.

O secretário afirma que para pagar a parcela do próximo mês, caso o empréstimo não seja aprovado, terá que sacrificar outras áreas do governo. “Infelizmente quando tem uma dívida desse patamar e vem de uma recuperação fiscal, tem que sacrificar outras áreas”, reitera, reforçando que o governo está fazendo toda movimentação técnica e política em Brasília para que a operação seja concretizada o quanto antes.

Só Notícias/Gazeta Digital (foto: Karen Malagolli/arquivo)