terça-feira, 28/maio/2024
PUBLICIDADE

Juiz mantém Lorão Macarena como prefeito interino de Juara

PUBLICIDADE

O juiz Cássio Leite de Barros Neto acatou ação declaratória de nulidade do vereador de Juara, Lourival de Souza Rocha, mais conhecido como “Lorão Macarena” (PSD), e o manteve no cargo de prefeito interino até a posse do prefeito eleito durante pleito suplementar no dia 7 passado, Edson Piovesan. A confusão iniciou depois que o vereador e primeiro secretário da câmara, José Geraldo Rodrigues Neto, o “Zé Moleque”, anunciou que Lorão havia renunciado ao posto de presidente, o que automaticamente o tiraria o peessedebista do comando do município.

“Defiro o pedido liminar formulado pelo requerente, a fim de suspender provisoriamente os efeitos do ato de renúncia desde sua prolação no plenário da Câmara Municipal, no dia 15 de julho, com a continuidade do requerente no Poder Executivo Municipal até que seja empossado novo prefeito e consequente restabelecimento e manutenção do requerente no cargo de presidente da Câmara de Juara, quando encerrar o mandato no cargo de prefeito interino”, diz o juiz em sua decisão.

No pedido à justiça, Lorão afirmou que a renúncia não retratava sua vontade e que o documento apresentado para a renúncia não estava com firma reconhecida. Ele disse ainda estranhar o fato de o local e a data do documento estarem escritos a próprio punho e não redigidos como o restante das palavras.

“Alega o autor que a carta de sua renúncia ao cargo de presidente da Câmara Municipal não retrata sua real intenção, não passando de brincadeira”, diz outro trecho da ação.

Conforme Só Notícias já informou, Lorão assumiu o comando da prefeitura em janeiro deste ano, após a eleição no município ficar sem um eleito. Oscar Bezerra (PSB) foi o mais votado na eleição do ano passado. No entanto, como concorreu sub judice e não conseguiu reverter a decisão que negou seu registro de candidatura, uma nova eleição teve que ser realizada. Neste meio tempo, quem assumiu o município foi o presidente da Câmara, ou seja, Lorão.

A justiça eleitoral diplomará Edson Piovesan no dia 26 deste mês e, posteriormente, será empossado pelo Legislativo local.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia Federal faz operação e investiga fraudes em licitação na Saúde em Cuiabá

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Miasma,...

Sinop: prefeito confirma retomada do programa Arranca Safra

As melhorias nas estradas vicinais, através do programa Arranca...

Prefeito inaugura dia 7 uma das maiores escolas em Nova Mutum

O prefeito de Nova Mutum, Leandro Felix, confirmou que...
PUBLICIDADE