terça-feira, 28/maio/2024
PUBLICIDADE

Jayme diz que muitas ações de Blairo no governo foram em benefício próprio

PUBLICIDADE

O senador Jayme Campos discursou, agora há pouco, no encontro suprapartidário (PSDB, DEM e PTB) em Sinop e reafirmou que os democratas e tucanos estarão unidos nas eleições de 2010 para disputar o governo. Ele lembrou o acordo firmado com o prefeito Wilson Santos definindo que quem estiver melhor nas pesquisas, em 2010, será candidato. “Da minha parte eu vou cumprir e não tenho dúvida, prefeito, que da sua parte a recíproca será verdadeira”, discursou. Foi o primeiro encontro conjunto de Jayme e Wilson em Sinop.

Boa parte do discurso de Jayme foi com críticas ao governo Blairo Maggi. “Não podemos ter um governo que governa para meia dúzia. O governador está usando, muitas vezes, o governo para benefícios pessoais. É claro que a pavimentação de rodovias atendeu a população, mas também muitos interesses onde existem armazéns dele. Isto vai ter julgamento do povo na eleição de 2010. Tem muitas importantes rodovias para serem pavimentadas e não foram”, atacou, citando como exemplo a MT-208 a partir de Alta Floresta. “Não queremos um Estado que se confunde com o público e privado”, atacou. O senador também criticou o governo pela crise na área de saúde pública “em diversos municípios” e pelo “alto índice de violência que o Estado tem atualmente, mesmo sendo um grande arrecadador de impostos e não tendo a segurança pública como prioridade”.

Jayme disse que DEM, PSDB e demais siglas aliadas estão construindo um “programa de governo e não um projeto de poder, ovuindo a população para atender suas necessidades”. Defendeu como prioridade na região Norte a implantação da hidrovia Teles Pires-Tajapós (partindo de Alta Floresta até o porto em Santarém-PA) para gerar mais riquezas ao setor produtivo do Nortão, reduzindo o preço do frete em relação ao escoamento feito atualmente por rodovias. O senador também criticou o prefeito Juarez Costa por ainda não ter colocado em funcionamento a ZPE – Zona de Processamento e Exportação-, aprovada pelo Senado no primeiro semestre.  “Não está não está havendo boa vontade pelo poder público desta cidade para implantá-la.  Esta zona de processamento vai isentar muitas empresas daqui do pagamento de determinados impostos que representam fardo pesado para o setor empresarial”, cobrou.

Ele também defendeu que a UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso- seja transformada em Universidade Federal do Norte para ter maior estrutura e independência, “considerando que Sinop é hoje um pólo educacional”.

Leia ainda
Wilson diz em Sinop que consolidação de coligação só depende do PSDB-DEM

 


COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia Federal faz operação e investiga fraudes em licitação na Saúde em Cuiabá

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Miasma,...

Sinop: prefeito confirma retomada do programa Arranca Safra

As melhorias nas estradas vicinais, através do programa Arranca...

Prefeito inaugura dia 7 uma das maiores escolas em Nova Mutum

O prefeito de Nova Mutum, Leandro Felix, confirmou que...
PUBLICIDADE