Política

Implantação de câmeras em uniformes policiais em MT está em fase final, diz secretário

O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Alexandre Bustamante, afirmou, em entrevista coletiva, que a implantação de câmeras de segurança nos uniformes de policiais militares encontra-se nos últimos ajustes. De acordo com o secretário, o processo de licitação de compra de 15 mil câmeras já foi finalizado.

“Tudo está homologado”, disse. “Estamos olhando qual critério vai ser utilizado para começar a se instalar nessa ou naquela cidade ou nessa ou naquela rodovia”, completou, conforme divulgado pelo portal Gazeta Digital.

A polêmica em torno de se acoplar câmeras em fardas policiais dividiu opiniões em Mato Grosso. Sobre isso, o secretário disse que questionar a segurança pública é muito fácil, mas trabalhar no órgão é uma tarefa mais complexa.

De acordo com o projeto de Lei, as imagens obtidas via gravação ficarão armazenadas em uma central na Secretaria de Segurança Pública (Sesp), que podem ser acessadas caso solicitadas para alguns esclarecimentos ou sejam objetos de questionamentos.

Ontem, o governo do Estado abriu as inscrições para o seminário ‘Segurança Pública e Tecnologias de Monitoramento’. O seminário contará com representantes de São Paulo e Santa Catarina que apresentarão as experiências das PMs de seus estados.

A implantação das câmeras corporais está sendo discutida em diversos estados pelas secretarias de segurança pública e nos legislativos estaduais. Em Mato Grosso não é diferente, deputados já começaram a debater o tema e a Ouvidoria Geral de Polícia é fomentadora do debate que envolve os três poderes no estado.

“A posição da Ouvidoria Geral de Polícia é de defesa da implantação, dada a importância da produção de provas tanto dos crimes reprimidos pela polícia como da conduta policial”, afirma o Ouvidor Geral de Polícia, Lúcio Andrade.

A mesa de abertura contará com representantes das instituições que realizam e apoiam o seminário, desde o início delimitando o posicionamento institucional. A primeira apresentação será do Major Gabriel Correa, do Departamento de Tecnologia da Polícia Militar de Santa Catarina, que falará dos desafios da implantação do sistema no seu estado.

A segunda mesa terá início com a apresentação do Coronel Enrique Forner, representante da Polícia Militar de São Paulo. Ele apresentará dados sobre a experiência de São Paulo com a adoção de câmeras corporais.

Após cada mesa, especialistas falarão sobre o tema e os desafios da implantação do sistema em Mato Grosso. O seminário tem apoio da OAB-MT e Tribunal de Justiça de Mato Grosso, com realização da secretaria de Segurança Pública, por meio da Ouvidoria Geral de Polícia.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)