Política

MT passa a ter toque de recolher e multa para quem desobedecer; comércio atenderá até às 19h e fecha aos domingos para conter Covid

O governador Mauro Mendes acaba de se reunir, on line, com prefeitos e anunciou toque de recolher das 19h às 5h para diminuir a circulação e aglomerações de pessoas e conter avanço da Covid devido a alta taxa de ocupação de UTI que beira os 90% (há apenas 50 vagas e 402 com pacientes). Essa e outras medidas vão valer a partir de amanhã (2) com duração de 15 dias.

As empresas vão poder funcionar das 5h às 19h de segunda a sexta-feiras. A partir das 21h as pessoas não podem circular. As empresas aos sábados funcionarão das 5h às 12h. No domingo não podem abrir.

Farmácias, postos de combustíveis e serviços de saúde não precisam fechar. Delivery permitido todos os dias até às 22h. Supermercados é permitida a entrada de apenas um membro da família.

O governo vai enviar a Assembleia projeto para que a Polícia Militar aplique multa de RS 180 por CPF.

Fica suspenso atendimento presencial em orgãos públicos e em outros haverá rodízio de 50% entre atividade presencial e teletrabalho.

“Estamos tentando evitar o lockdown e que essas medidas são de alerta para todos continuarem alerta e evitarmos fechamento geral”, disse o governador, em entrevista coletiva após se reunir com prefeitos, dirigentes de federações ligadas ao comércio e indústria, além dos presidentes de poderes.

Mauro disse que caberá a cada prefeito decidir se em seu município devem ser adotadas medidas ainda mais severas.

O governador disse que, na próxima semana, serão avaliados os resultados dessas medidas e não descartou flexibilização das providências anunciadas hoje.

Mauro também disse que vai se reunir, nesta terça-feira, com representantes da União Química e embaixador da Rússia para tratar da compra de milhares de doses da vacina russa Sputnik. A meta é de 1,5 milhão de doses. Se confirmada a negociação o governo do Estado deve investir R$ 80 milhões.

“Temos acompanhado o crescimento da pandemia de perto e o estrangulamento das UTIs. Por isso, somente em janeiro e fevereiro deste ano e agora no início de março, já abrimos 90 novos leitos de UTI para reforçar a nossa estrutura. Somos o Estado que mais testa no Centro-Oeste por 100 mil habitantes. Distribuímos as vacinas e estamos tentando comprar de forma direta. O Governo está fazendo tudo o que pode, mas precisamos da ajuda da população para diminuir a circulação do vírus e essas internações”, afirmou o governador.

O presidente da Assembleia, Max Russi, que também acompanhou a reunião do gabinete de gestão com dirigentes de entidades e prefeitos, manifestou apoio às medidas do governo estadual. “O governador age de forma correta e esperamos não tomar medidas mais duras”, declarou.

 

Em instantes mais detalhes

 

Só Notícias (foto:Mayke Toscano - atualizada 13:27h)