Política

Governo investe mais R$ 1 bilhão e executa mais de 80 obras rodoviárias em Mato Grosso

A secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informou, esta manhã, que estão sendo investidos pelo governo mais de R$ 1 bilhão na execução de 81 obras rodoviárias em Mato Grosso. Estão em andamento obras de pavimentação, restauração e revitalização das rodovias, além da construção de 72 pontes, reforma de pontes de madeira e a manutenção de rodovias não-pavimentadas. São mais de mil quilômetros de asfalto novo e 1,2 mil quilômetros  recuperados nas rodovias estaduais, em todas as regiões de Mato Grosso.

Também são realizados investimentos em outras melhorias de infraestrutura nas rodovias estaduais, através de parcerias e convênios com Municípios, Associações e Consórcios Intermunicipais. Nem mesmo o período de pandemia do coronavírus impediu que a execução das obras avançasse em Mato Grosso, já que elas foram consideradas essenciais em decreto emitido pelo governo do Estado.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a atual gestão do governo, independentemente das dificuldades impostas pela pandemia, está conseguindo proporcionar um novo cenário de obras e investimentos em infraestrutura rodoviária, que há muitos anos não se via em Mato Grosso.

Já foram e ainda são retomadas importantes obras de infraestrutura que por anos estavam abandonadas, são executadas novas obras para cumprir promessas feitas aos mato-grossenses – que por décadas não saíram do papel –, além de a atual gestão estar investindo para lançar novas obras para melhorar a infraestrutura e logística do  Estado. “Desde que assumiu o governo do Estado, o governador Mauro Mendes nos deu a missão de consertar Mato Grosso no que diz respeito às obras de infraestrutura, pois precisamos melhorar o tráfego e garantir a segurança de quem precisa passar pelas estradas estaduais”.

São executadas obras de pavimentação, restauração e revitalização em uma extensão de 2 mil quilômetros de rodovias em Mato Grosso, abrangendo as regiões Sudoeste, Xingu, Centro Norte, Noroeste, Araguaia e a Baixada Cuiabana, conforme divisão do Estado realizada pela Sinfra.

Dentre as obras está a pavimentação de 120 quilômetros da MT-343, entre as cidades de Barra do Bugres e Cáceres, na região Oeste de Mato Grosso. São investidos R$ 84,2 milhões nesse asfaltamento. Outra obra de destaque é a pavimentação de 56,2 quilômetros da rodovia MT-322 para interligar os municípios de Novo Santo Antônio e Serra Nova Dourada por vias asfaltadas, na região Nordeste de Mato Grosso. São investidos R$ 65 milhões nessa obra, que já está em fase de execução bastante adiantada.

Também está em andamento a pavimentação de 35,4 quilômetros da MT-410, no trecho que vai da sede Tabaporã até o entroncamento da MT-220. Já na MT-220 está em execução o asfaltamento de 64,5 quilômetros, no trecho que compreende o entroncamento da MT-338, no distrito de Novo Paraná, até o entroncamento da MT-328, em Porto dos Gaúchos.  As duas obras são essenciais para a região do Vale do Arinos.

Já na região Noroeste do Estado é realizada o asfaltamento da MT-208, no trecho que vai de Aripuanã até a Passagem do Loreto, no entroncamento da MT-418, que dá acesso à BR-174.  A obra está mudando a realidade de toda a região, pois o município será o primeiro a se interligar às demais cidades do Estado por via asfaltada.

Ainda em Aripuanã, são realizados os serviços de manutenção e conservação de 90,5 quilômetros da rodovia não-pavimentada MT-208, entre a cidade de Aripuanã e o Distrito de Conselvan, no município.

A região do Araguaia também recebe investimentos em infraestrutura. Um exemplo é a obra de pavimentação de 76,5 quilômetros da MT-326, no trecho entre as cidades de Cocalinho e Nova Nazaré. Somente nessa obra, o governo do Estado está aportando R$ 120 milhões.

Já na região que compreende os municípios da grande Baixada Cuiabana está em execução a pavimentação da MT-140/020, totalizando 53,16 quilômetros para interligar as cidades de Nova Brasilândia e Planalto da Serra por vias asfaltadas.

Além das obras citadas, está em andamento a construção de 72 pontes de concreto em Mato Grosso. Entre elas, a ponte de concreto sobre o Rio das Mortes, na rodovia MT-326, entre os municípios de Cocalinho e Nova Nazaré, na região do Araguaia.

A ponte terá 483 metros de extensão e será a maior ponte dessa estrutura já construída em Mato Grosso. Estão previstos investimentos de R$ 52 milhões nessa obra, que vai representar um salto no desenvolvimento da região Araguaia, uma vez que vai substituir a utilização da balsa para fazer a travessia do rio.

Também está em andamento a construção da ponte de concreto sobre o Rio Arinos IV, em Porto dos Gaúchos, que terá uma extensão de 240 metros.  Atualmente estão em andamento os serviços de infraestrutura e o investimento é de R$ 16 milhões. Outra obra de destaque é a ponte sobre o Rio Aripuanã, em Aripuanã, que também terá 240 metros de extensão.

O governo do Estado executa ainda, por meio de parcerias e convênios com prefeituras e associações, várias obras de melhorias das rodovias não-pavimentadas, com serviços de manutenção e reforma e recuperação de pontes de madeira, por exemplo.

Além das obras em andamento, o governo do Estado já planeja a construção de outras 114 pontes de concreto em Mato Grosso, bem como a substituição de pontes de madeira por pontes com estrutura de vigas metálicas, de aduelas e de bueiros.

Serão construídas 60 pontes de concreto em diversas rodovias estruturantes do Estado e será realizada a substituição de até 5 mil pontes de madeira em razão do contrato de operação de crédito assinado entre o governo do Estado e a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 550 milhões, na linha de crédito do programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento.

Está prevista ainda a construção de outras seis pontes de concreto com recursos da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, além de 21 pontes de concreto por meio do Fundo Estadual de Transporte e Habitação e outras 27 pontes oriundas o programa Pró Concreto.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)